close

Não tenho para onde ir, diz mulher queimada pelo marido; OUÇA!

Marcos de Paula 12/11/2017 12:11

Após a prisão do marido, a dona de casa de 44 anos que viveu momentos de terror no último sábado, agora está um pouco mais aliviada. A mulher que sempre sofreu nas mãos do companheiro, foi queimada e mantida em cárcere privado.

Foram quase três horas de sofrimento sob ameaças e tortura. Moradora na Santa Luzia, ela contou em entrevista exclusiva ao repórter Samuel Cintra, que jamais vai esquecer aquela dia.

Aos prantos e traumatizada, a mulher disse que o marido estava embriagado e tentou de todas as formas matá-la. “Ele me queimou com cigarro, começou a me xingar e mandava eu calar a boca. Me bateu e tentou me esfaquear”, disse.

Ouça

 Ainda segundo a vítima, ela mora com o agressor mas não tem uma relação de marido e mulher. Quando ela colocou um ponto final no relacionamento, passou a sofrer nas mãos do marido. “Eu não tenho para onde ir, por isso ainda me submeto a essa situação”, completou.

O homem permanece preso acusado de cárcere privado e lesão corporal.


Podcasts
07/12/2017
Bom Prato já serviu mais de 900 mil refeições em Franca
06/12/2017
Professora deu ordem para colocar alunos em sacos de lixo
03/12/2017
"Estamos pedindo socorro" diz vítima que teve casa invadida no Zanetti
22/11/2017
Frentista assaltado oito vezes desiste da profissão
22/11/2017
Sargento Bueno fala da prisão de três traficantes
Radares em Franca

Av. Dr. Helio Palermo 60 km/h

Av. Brasil 60 km/h

Av. Alonso Y Alonso 60 km/h

Rod. Tancredo Neves 60 km/h

Av. Presidente Vargas 60 km/h

Av. Antonio B. Filho  60 km/h

Clima em Franca