close

Delegada fala sobre assassinato do pai após 19 anos; Veja!

Thiago Garcia 12/03/2018 10:49

Nesta segunda-feira (12), após 19 anos de muita dor para a família, está sendo realizado o julgamento envolvendo a morte de Gilberto Soares dos Santos - o Giriri - morto com 11 tiros em 10 de outubro de 1998. Sérgio Augusto de Freitas é acusado de ser o mandante do assassinato de seu antecessor está sendo julgado no Fórum de Franca (SP).

Hoje delegada e filha de Giriri, Gilmara Natália Santos foi uma das primeiras testemunhas a ser ouvida. Após o depoimento, ela falou ao jornalismo do Pop Mundi e Rádio Imperador, e em entrevista ao repórter Samuel Cintra contou dos momentos em que viveu ao lado da família após a perda do pai, quando tinha apenas 13 anos.

Gilmara disse que há muito tempo esperava pelo julgamento e ao ficar frente a frente com o réu, recordou de muitos momentos, que hoje ela prefere tentar esquecer. “Espero que ele saia daqui condenado e ciente que ele acabou com várias famílias... É muito difícil, tem coisas que você pensa que já esqueceu e de repente elas veem com uma onda muito grande e daí relembra o dia novamente, é um pouco de tortura, mas faz parte de mim, da minha história”, Veja abaixo:

Rubiana Maria Custódio da Silva, outra filha de Giriri e advogada participa do júri como assistente de acusação e também falou com o Pop Mundi.

Além do juiz Lucio Alberto Enéas da Silva Ferreira, o promotor Adriano Vanderlei Mellega, testemunhas, sendo cinco de defesa, das quais duas residem em Uberaba (MG) e outras cinco de acusação, participam do julgamento que não tem previsão para terminar.


Podcasts
14/08/2018
Ladrão leva 7 minutos para furtar caminhonete no Esmeralda; VEJA!
13/08/2018
Câmeras flagram suspeitos tentando invadir casas no Polo Clube; VEJA!
11/08/2018
"Olimpíadas de Medicina" terão mais de 3 mil atletas em Franca
10/08/2018
Mulher morre afogada ao cair em piscina na Vila Industrial
10/08/2018
Ladrão leva até câmeras de segurança de barracão e dono reclama