close

Paulistano segura reação incrível do Bauru e está na final do NBB

Redação Pop Mundi 15/05/2018 08:58

Foi dramático, foi suado, mas o Paulistano/Corpore está na decisão do NBB CAIXA 2017/2018. Na noite desta segunda-feira, a equipe do técnico Gustavo De Conti venceu o Jogo 5 da série semifinal contra o Sendi/Bauru Basket, pelo placar de 80 a 77, e garantiu um lugar na grande final da competição contra o Mogi das Cruzes/Helbor.

Foi daquela maneira bastante característica que o Paulistano passou a partida inteira em vantagem e chegou a abrir 20 pontos no início do terceiro quarto. A defesa estava insana, a transição estava rápida e as bolas de 3 estavam caindo. No entanto, esse plano funcionou até o final do terceiro quarto, pois daí em diante, o Bauru reagiu por pouco não estragou a festa do CAP.

Lucas Dias fez seu melhor jogo na série e foi peça crucial para a vitória do Paulistano. Vindo do banco, o ala/pivô nascido em Bauru (SP) registrou 21 pontos, cinco rebotes, três assistências e dois tocos, o que fez dele o atleta mais eficiente da partida, com 24 de valorização.

Outros nomes de tamanha importância foram os alas Jhonatan e Deryk. O primeiro deu sua costumeira contribuição absurda na defesa e foi perfeito nos tiros de 3 pontos (4/4), totalizando 15 pontos e mais seis rebotes. Já o segundo foi autor de 17 pontos e três assistências.

“Estamos fazendo um excelente trabalho há anos e sempre temos o objetivo de brigar pelo topo de todas as competições que jogamos. Podemos até não ganhar, mas sempre brigamos pela melhor posição possível. É exatamente assim que melhoramos nosso jogo a cada dia. O Gustavo vem fazendo um trabalho incrível e só temos a agradecer por tudo que vem acontecendo com a gente”, disse Jhonatan.

Que brio mostrou o Bauru. O Dragão mais uma vez impressionou com seu poder de superação e por pouco não foi a mais uma final, mesmo com todas os desfalques e adversidades. A equipe chegou a ficar 20 pontos atrás no placar no início do terceiro quarto (49 a 29) e encontrou forças para reagir de maneira incrível no último quarto.

Nesbitt, do Paulistano, e Gabriel Jaú, do Bauru / Foto: LNB

Com 18 pontos e seis assistências, Kendall Anthony foi o cestinha e atleta mais eficiente do Bauru na partida (15 de valorização). Um dos grandes líderes da reação bauruense, o ala Duda Machado saiu do banco, converteu 4/8 bolas de 3 pontos e totalizou 16 pontos. Com 12 pontos, o ala/pivô Renan Lenz anotou 12 pontos (4/6 nos arremessos).

Principal alvo da defesa do Paulistano, o pivô Rafael Hettshemeir encontrou extrema dificuldade para pontuar e totalizou apenas sete tentos (2/9 nos arremessos de quadra), mas contribuiu com 13 rebotes e duas assistências (14 de eficiência).

 “Claro que ninguém gosta de perder, mas posso dizer que saio com muito orgulho. Os jogadores foram muito guerreiros não só hoje, como em toda a temporada. Tenho muito orgulho de comandar essa equipe”, comentou o técnico do Bauru, Demétrius Ferracciú.

Paulistano e Bauru tiveram um início de jogo bastante amarrado e de total superioridade das defesas. O time da casa até começou melhor, com aproveitamento bom nas bolas de 3 (3/5), mas não deu sequência e passou a pecar muito na pontaria. Mesmo diante deste cenário, sua defesa funcionou e o deu a vantagem ao final do primeiro quarto, por 14 a 10.

 No segundo período, o Paulistano ligou seu “modo turbo” e abriu uma importantíssima vantagem. Diferente da parcial anterior, o time do técnico Gustavo De Conti conseguiu correr e jogar em transição, apostando em uma formação leve, com três armadores (Yago, Fuller e Deryk e Elinho rodando). Assim, venceu a parcial por 24 a 13 e foi para o intervalo com 15 pontos de vantagem (38 a 23). Vindo do banco, Lucas Dias anotou oito pontos e também foi peça chave para a diferença adquirida.

A equipe alvirrubra seguiu com ritmo lá em cima e colocou a vantagem em 20 pontos ainda no início do terceiro quarto (49 a 29). Com nove pontos de Deryk, o time da casa segurou bem a vantagem durante grande parte do tempo, mas viu o Bauru cortar para 13 a diferença e caminhar para o último quarto com placar de 59 a 46.

 Quando tudo parecia perdido, o Bauru ressurgiu das cinzas e por pouco não mudou a história da partida. Com uma incrível sequência de cinco bolas de 3 pontos, a equipe do técnico Demétrius Ferracciú fez evaporar a desvantagem e ficou somente em dois pontos (73 a 71) antes do minuto final, o que colocou fogo na partida e incendiou a torcida bauruense presente.

Já nos 60 segundos finais, as equipes começaram a trocar faltas forçadas e colocar um ao outro no lance livre. O Paulistano errou alguns arremessos e viu o Bauru cortar a margem para apenas um ponto (78 a 77). Restando três segundos para acabar, Lucas Dias foi para a linha dos tiros livres e converteu as duas cobranças (80 a 77). Na última posse, Duda Machado tentou o arremesso longo para 3 pontos, mas não converteu.

Em sua segunda final consecutiva, o Paulistano iniciará a busca por seu rimeiro título neste sábado (19/05), no Ginásio Hugo Ramos, em Mogi das Cruzes (SP), às 14 horas (de Brasília), com transmissão ao vivo dos canais Band e SporTV.


Podcasts
17/10/2018
Jovem é internada na CTI após ter moto atingida por carro no Centro
17/10/2018
Mulher é suspeita de tentar matar marido a facadas no Jardim Paraty
17/10/2018
Cerimonialista é suspeita de aplicar golpe que passa de R$ 50 mil
16/10/2018
Diocese promove mudanças em 12 igrejas de Franca e região
15/10/2018
Prédio abandonado vai receber novo modelo de "Incubadora de Empresas"