close

Quadrilha rende funcionários e rouba 80 sacas de café em fazenda

Samuel Cintra 03/08/2018 11:00

A violência no campo tirou mais uma vez a tranquilidade de quem mora e trabalha em fazendas da região. Bandidos fortemente armados e encapuzados invadiram a Fazenda Santa Rita na Rodovia Ronan Rocha, em Itirapuã (SP).

 

Os funcionários que estavam em duas casas na propriedade foram rendidos e ameaçados pelos criminosos. De acordo com as vítimas, pelo menos seis assaltantes que usavam pistolas participaram do roubo.

 

O grupo fugiu levando duas máquinas roçadeiras, duas motosserras, uma máquina de solda, celulares e 80 sacas de café.

 

Insegurança

 

Os agricultores da região reclamam da falta de segurança no campo e cobram providências do governo do Estado para que crie novos projetos e melhore as condições de trabalho da Polícia Ambiental.

 

Na semana passada um evento importante foi realizado na região e contou com a presença de lideranças da Sociedade Rural Brasileira, políticos e do ex-secretário estadual de meio ambiente, Ricardo Salles, para discutir as medidas que podem ser buscadas para garantir a segurança dos produtores.

 

Posse de Arma

 

Além de ampliar a estrutura da Polícia Ambiental, os produtores lutam pelo direito de posse de arma nas propriedades para autodefesa. Com as leis mais rigorosas, atualmente agricultores não possuem mais armas em fazendas, chácaras e sítios.

 

“Ninguém quer ter arma para sair atirando, isso é uma questão ideológica e o bandido chega e sabe que não tem mais uma proteção dessa natureza. É uma questão que precisa ser revista” disse o produtor, Fernando Palermo Faleiros.

 

A preocupação não é somente quanto à segurança das pessoas, mas a proteção do patrimônio e até da produção agrícola que atualmente requer altos investimentos. Os agricultores além de pagamento de impostos sofrem as consequências e como medida preventiva têm que contratar seguros para máquinas e tratores e seguranças particulares para o transporte dos produtos.

 

“Os prisioneiros somos nós, os criminosos circulam a vontade e a gente tem que tomar todo tipo de cuidado. É uma inversão de valor que não vai ser fácil de reverter” lamentou o produtor, José Augusto Baldassari.

 

Ouça as entrevistas: 


Podcasts
14/08/2018
Ladrão leva 7 minutos para furtar caminhonete no Esmeralda; VEJA!
13/08/2018
Câmeras flagram suspeitos tentando invadir casas no Polo Clube; VEJA!
11/08/2018
"Olimpíadas de Medicina" terão mais de 3 mil atletas em Franca
10/08/2018
Mulher morre afogada ao cair em piscina na Vila Industrial
10/08/2018
Ladrão leva até câmeras de segurança de barracão e dono reclama