close

"Não é o momento" diz Bolsonaro sobre reajuste salarial no Judiciário

Redação Pop Mundi 08/11/2018 11:27

O reajuste salarial aos servidores do Poder Judiciário não é visto com bons olhos pelo presidente eleito, Jair Bolsonaro. Incluído na última hora na pauta de votações do Senado na quarta-feira (7), o aumento salarial dos ministros do Supremo, de R$ 33 mil para R$ 39 mil, impacta as contas públicas, que já encerram o ano com déficit.

Serão R$ 6 bilhões a mais por ano. A proposta foi aprovada na Câmara e estava parada na Comissão de Assuntos Econômicos desde 2016. O presidente eleito Jair Bolsonaro afirmou que este não é o momento para reajustar os salários do Judiciário e que a questão é preocupante, já que todos estão no mesmo barco.

Bolsonaro se referiu à crise ética, moral e econômica que o Brasil atravessa e disse que a responsabilidade tem de ser dividida entre todos. Afirmou, ainda, que espera um gesto de grandeza do Judiciário, para que não faça pressão por esse aumento.


Podcasts
22/04/2019
Políticos convidam indústrias de Franca para se instalarem no RJ
21/04/2019
Escolas técnicas abrem inscrições para vestibulinho
17/04/2019
Líder do prefeito diz que contrato do transporte pode não ser renovado
17/04/2019
Kits escolares serão entregues até dia 30 na rede estadual; Ouça!
16/04/2019
Vândalos deixam rastro de destruição em escola do Jardim Éden