close

Padrasto é suspeito de estuprar enteados de 10 e 12 anos no Zelinda

Redação Pop Mundi 08/11/2018 18:11

A equipe de investigação da Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) de Franca (SP), já deu início as investigações para apurar a denúncia de estupro contra dois irmãos moradores no Jardim Zelinda, a menina tem 12 anos e o menino tem 10 anos.

O suspeito dos abusos é o padrasto das crianças. O Conselho Tutelar foi acionado na escola onde os dois estudam, pois a menina havia contado para a professora que sofre abusos desde os 8 anos, e que após os 10, passou a manter relação sexual com o padrasto.

Hélio Gomes do setor de investigação durante oitiva

A mãe das crianças, uma sapateira de 36 anos, disse que o filho contou que aos 7 anos de idade, também foi obrigado a manter relação sexual com o padrasto em duas ocasiões. As conselheiras informaram na delegacia que os outros filhos da sapateira também podem ter sido abusados.

As vítimas foram encaminhadas para o Instituto Médico Legal (IML), onde passaram por exames para comprovar os estupros. O suspeito deve ser intimado nos próximos dias para se explicar. Caso comprovado os abusos, ele pode ser preso por estupro de vulnerável.


Podcasts
13/11/2018
Adolescente fala da mãe assassinada após ataque em Frutal
13/11/2018
"Está insuportável", diz padre que deseja cercar a Catedral
13/11/2018
Instituto Pró-Criança define calendário de cursos para 2019
13/11/2018
Sesi Franca garante vaga nas semifinais do estadual Sub-19
12/11/2018
Idosas de Franca conquistam título no vôlei adaptado