close

Operação do Gaeco prende ex-vereador suspeito de lavagem de dinheiro

Redação Pop Mundi 06/12/2018 15:16

O Ministério Público do Estado de São Paulo, por meio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), deflagrou nesta quinta-feira (6) a Operação Ágio para cumprir mandado de prisão temporária e mandados de busca e apreensão nas cidades de Igarapava (SP) e Delta (MG). 

Trata-se de investigação destinada a apurar principalmente crimes de usura (empréstimos mediante pagamento de juros) e lavagem de dinheiro, pois o investigado e seus aliados utilizam de empresas para lavar o dinheiro ilícito, principalmente por meio de “lojas de 1 real” localizadas em várias cidades. 

José Eurípedes de Souza, ex-vereador foi preso é suspeito de obter vantagens com a realização de empréstimos aos moradores com a cobrança abusiva de juros. 

Lojas de 1 real eram mantidas por suspeito segundo MP / Foto: Whatsap

O investigado possui relação de amizade e parentesco com outras pessoas já presas, sendo que, por meio de suas condutas, viabiliza financeiramente a atuação de outras organizações criminosas. São investigadas, também, outras pessoas da mesma família.? Além do investigado preso temporariamente, a operação resultou no cumprimento de 15 mandados de busca e apreensão.

Em 2015, o suspeito foi condenado por envolvimento no esquema que ficou conhecido como "Mensalinho de Igarapava". Os vereadores na época cobravam propina para aprovação de projetos do executivo. Ele recebeu pena de 5 anos, oito meses e 12 dias de prisão mas recorreu em liberdade. Neste ano em março, a pena foi reduzida pelo Tribunal de Justiça para 2 anos e oito meses no regime semiaberto. 


Podcasts
23/05/2019
Mãe de aluna agredida em Pedregulho desabafa
22/05/2019
Voluntários fazem campanha contra exploração sexual
22/05/2019
Vice prefeito usa tribuna e critica projeto de cargos comissionados
22/05/2019
Santa Casa faz campanha para doações de leite materno; Ouça!
22/05/2019
Apae realiza neste sábado 8º Leilão União de Forças