close

Pessoas insatisfeitas sempre deixam de aproveitar o presente

Rocioli 05/03/2019 11:03

Um dos maiores sucessos da banda Capital Inicial lançado em 2002 é conhecida como 'hino dos descontentes'. A canção aborda em seu refrão "Eu sempre quero mais que ontem, eu sempre quero mais que hoje, eu sempre quero mais do que eu posso ter". É a música Mais. "Mais do que palavras, mais do que promessas, mais do que o mundo pode me dar". 

Itamar Dias nos leva a reflexão sobre pessoas que são "carinhosamente" chamadas de "reclamões de plantão". Ou seja, aquela pessoa que sempre insatisfeita com tudo e com todos. 

Somar é a primeira operação matemática que se aprende a que temos mais facilidade e a que gostamos mais. Primeiro a gente gosta de somar várias vezes palitos e giz, depois brinquedos e roupas da moda, depois somar dinheiro, depois somar carros e casas, e sempre somar alegria e felicidade. Isto já é multiplicação, que também é fácil de aprender, é só somar várias vezes a mesma coisa.

Imagem ilustrativa

A Segunda operação que aprendemos é a subtração. Aí começa a ficar estranho. Principalmente quando tem que “pedir emprestado” na casa do vizinho, digo casa decimal ao lado. Ninguém gosta mais de diminuir do que somar.Quando chega na divisão é quase um desespero, ainda mais quando sobra um resto. É que ninguém entende aonde ou pra quem vai ficar o resto. Até no cotidiano ninguém gosta de dividir nada.  A dificuldade no aprendizado não parece à toa, o homem rejeita essa prática.

Ao homem aprender a dividir corretamente e souber onde deve ficar o resto, entenderá que é o mesmo que somar para alguns, mantendo a quantidade de outros, sem necessariamente subtrair de alguém, ou seja, é o mesmo que somar igual para todos; entenderá também que somando os restos teremos mais um inteiro divisível, fazendo outros felizes. O resultado final também é uma soma, a soma da felicidade geral. Poderíamos até chamar esta operação de soma distribuída.

Com esta visão, com certeza a matemática daria mais resultados, talvez fosse dispensável aprender contas de dividir e os homens continuariam felizes a somar palitos, brinquedos, dinheiros, carros, casas e felicidade, porém não somente para si. Quem sabe?

A reclamação não deve ser vista como algo negativo, pois é a partir da insatisfação que também mudamos um estado de coisas que não nos agradam. Não podemos confundir sonhos, proatividade e a busca pelo crescimento pessoal como um problema de insatisfação com tudo e todos. As pessoas têm estilos diferentes para encarar a vida.

O problema é quando a insatisfação se torna frustração, levando a pessoa a não se contentar com nada que tem. Essas pessoas ficam focadas no que não têm no presente e não buscam satisfazer o seu desejo de mudança pela concretização de objetivos plausíveis.

Ouça a mensagem:


Podcasts
18/03/2019
Professora esquece celular em casa e acusa crianças de furto
16/03/2019
Canil da PM de Franca ganha novo filhote para treinamento
15/03/2019
Funcionário da Prefeitura encontrado morto na Vila Formosa
14/03/2019
Ladra furta duas cervejas em supermercado e chora ao ser presa
12/03/2019
Após briga, pespontador é esfaqueado no abdômen pela esposa