close

Palmeiras vence colombianos em casa pela Libertadores

Redação Pop Mundi 11/04/2019 07:44

Restando duas rodadas para o fim da fase de grupos da Conmebol Libertadores 2019, o verdão ficou mais perto de garantir antecipadamente vaga às fases decisivas do torneio continental: isso porque, com a vitória por 3 a 0 sobre o Junior Barranquilla-COL na noite desta quarta-feira (10), no Allianz Parque, a equipe Alviverde chegou a 9 pontos no grupo F da Libertadores e se distanciou do terceiro e do quarto colocado do pelotão (o Melgar, 3º colocado, soma 4 pontos, enquanto o adversário da vez, Junior, 4º colocado, não somou pontuação até aqui). O San Lorenzo-ARG lidera o grupo F, com 10 pontos.

Os gols palmeirenses foram marcados no primeiro tempo, por Deyverson, e no segundo tempo, por Dudu e Hyoran. O gol de Deyverson, aos 19 minutos, se originou de uma cobrança de falta batida por Gustavo Scarpa: o camisa 16 aproveitou rebote no chute de Dudu após o tiro de Scarpa e, no rebote, não perdoou.

Já o gol de Dudu, aos 9 minutos da etapa derradeira, nasceu de uma jogada com Bruno Henrique, que, ao cobrar falta rápida, acionou o camisa 7, que chutou forte! A bola ainda bateu na trave antes de balançar as redes adversárias. Por último, o gol de Hyoran saiu aos 43 minutos de bola rolando no segundo tempo, em uma tabela com Dudu – o detalhe é que o camisa 28 havia saído do banco de reservas apenas cerca de cinco minutos antes.

Nos aspectos individuais, Dudu segue como o número um do Allianz Parque, desde que a arena palmeirense foi inaugurada, em 2014. Ele é recordista absoluto em diversos aspectos: é o jogador que mais atuou (106 jogos), que mais venceu (75 vezes), que mais marcou gols (28 tentos) e que mais concedeu assistências (27 passes).

Além disso, o baixinho, como é chamado carinhosamente pela torcida, além de ser o jogador que mais entrou em campo em 2019, participando de 18 das 20 partidas possíveis, ao lado de Bruno Henrique, também é o recordista em minutos no ano, de forma isolada, com 1579 ao todo, somando todas as competições (já considerando eventuais acréscimos concedidos pela arbitragem).

E não são só os jogadores. Felipão continua com acumulando feitos surpreendentes. A partida desta noite marcou a 50ª vez de Luiz Felipe Scolari no banco de reservas alviverde desde que retornou ao Palestra Italia, em 2018. A marca, apesar de significativa, ganha ainda mais força quando analisada ao lado do aproveitamento do treinador: Levando em conta os primeiros 50 jogos do trabalho de um treinador no Verdão, Scolari possui o menor índice de derrotas dos últimos 47 anos.

 


Podcasts
15/04/2019
Voluntários criam "Patrulha do Meio Ambiente" no City Petrópolis
15/04/2019
LBV realiza força-tarefa contra mosquito da dengue
13/04/2019
Grávida de 09 meses é presa por tráfico de drogas no Palestina
13/04/2019
DIG prende suspeito de tentativa de homicídio no Aeroporto
09/04/2019
"Logo logo eu estou aí no Brasil" diz Davi Miguel