close

Dia Mundial da Asma: saiba como prevenir a doença; Ouça!

Redação Pop Mundi 06/05/2019 08:12

Nesta terça-feira, 7 de maio, é comemorado o Dia Mundial da Asma. A data é um importante momento para se refletir sobre os cuidados que as pessoas devem ter para evitar, combater e tratar a doença. 

O que é asma?

A asma é uma das doenças respiratórias crônicas mais comuns, juntamente com a rinite alérgica e a doença pulmonar obstrutiva crônica. As principais características dessa doença pulmonar são dificuldade de respirar, chiado e aperto no peito, respiração curta e rápida. Os sintomas pioram à noite e nas primeiras horas da manhã ou em resposta à prática de exercícios físicos, à exposição a alérgenos, à poluição ambiental e a mudanças climáticas.

Vários fatores ambientais e genéticos podem gerar ou agravar a asma. Entre os aspectos ambientais estão a exposição à poeira e barata, aos ácaros e fungos, às variações climáticas e infecções virais (especialmente o vírus sincicial respiratório e rinovírus, principais agentes causadores de pneumonia e resfriado, respectivamente).

Quais são os sintomas da asma?

A asma tem sintomas bem característicos, mas alguns deles podem ser confundidos com os de outras doenças. Para um diagnóstico adequado ou seguro, o ideal é procurar um profissional de saúde assim que sentir qualquer desconforto.

Os principais sintomas são:

  • Tosse seca.
  • Chiado no peito.
  • Dificuldade para respirar.
  • Respiração rápida e curta.
  • Desconforto torácico.
  • Ansiedade

Em entrevista pela Rádio Imperador e portal Pop Mundi, Patrícia Apolinário, deu dicas importantes de prevenção e combate a doença. Gestos simples que podem fazer toda diferença em casa. 

Ouça a entrevista: 

Confira as dicas: 

1. Troque com frequência as roupas de cama

A cama é o local onde sua pele mais se descama. E você já sabe que isso é superatrativo para os ácaros. Existem mais de 3 milhões deles na sua cama, representando 10% do peso total do colchão, dormindo lado a lado com você.

O ideal é que você troque as roupas de cama toda semana e limpe o colchão sempre que possível. Lave os lençóis, fronhas de travesseiro e cobertores regularmente e guarde-os em um local fechado e seco. Se possível, deixe-os secar no Sol e passe-os com ferro quente. Assim, você mata os “bichinhos” e terá um sono tranquilo, em uma cama sempre perfumada!

2. Remova mofo e bolor com a limpeza doméstica

Os fungos que originam o mofo adoram um ambiente úmido, escuro e fechado! O banheiro, por esse motivo, é um dos locais preferidos desses organismos, que se proliferam rapidamente. Para removê-los, limpe os azulejos do banheiro e, claro, não se esqueça dos cantinhos durante a limpeza doméstica.

Infiltrações também contribuem muito para o aparecimento do mofo e bolor e, nesse caso, vale a pena contratar um profissional para consertar o encanamento. Dentro dos armários e closets, também vivem milhares de microrganismos. Para evitá-los, de tempos em tempos retire todas as roupas, limpe as gavetas e prateleiras com uma mistura de água e vinagre branco.

3. Prefira tapetes antialérgicos

Uma boa opção para quem sofre com alergias é optar por tapetes antialérgicos, em detrimentos dos tradicionais. Além dos tapetes de baixa pilosidade – aqueles com cerdas pequenas ou sem pelos – existem no mercado os tapetes ECO. São feitos a partir da reciclagem de garrafas PET, o que os torna antialérgicos, sustentáveis e antichamas.

Os tapetes felpudos com cerdas longas são o ambiente perfeito para acúmulo de agentes, por isso, fique longe deles!

4. Remova pelos de animais de estimação

Uma a cada três pessoas no mundo têm algum tipo de alergia. Portanto não se sinta culpado se você é alérgico ao pelo do seu pet. Animais de pelos e penas e os de sangue quente se descamam, soltando proteínas da pele e pelos. Essas substâncias podem ser alergênicas e causar diversos sintomas, caso você tenha predisposição à alergia.

Para conviver bem com seu animal de estimação e ainda manter a saúde em bom estado, é muito importante fazer uma boa limpeza. Remova os pelos de animais de estimação diariamente, com a ajuda de uma vassoura e um aspirador de pó.

Uma boa dica para remover os pelos de estofados e tapetes é passar um objeto emborrachado sobre a peça. Rodos e luvas de borracha são boas opções e fazem com que os pelos se desprendam mais facilmente das fibras do tecido.

5. Controle a umidade do ar

Muita gente não sabe, mas controlar o excesso de umidade é ideal para evitar o surgimento e de ácaros e fungos. Esses microrganismos, principais causadores de crises respiratórias, se proliferam mais rápido em ambientes com nível de umidade entre 75% e 80%.

Para que você não seja obrigado a trocar móveis e objetos; fazer reformas ou gastar dinheiro periodicamente com remédios para crises de asma e rinite vale à pena investir em um desumidificador de ar. O equipamento mantém a umidade entre 50%-60%, níveis ideais indicados pela OMS- Organização Mundial da Saúde e pode ser usado em locais que vão desde gavetas e closets até banheiros e salas de estar.


Podcasts
17/05/2019
"Eu peço ajuda" diz pai para salvar a filha de 13 anos das drogas; Ouça!
16/05/2019
Joana D'arc rebate acusações de uso de diploma falso; Ouça!
15/05/2019
PM apreende garoto de 12 anos por tráfico de drogas; Ouça!
15/05/2019
Motociclistas recebem dicas para evitar acidentes no trânsito; Ouça!
14/05/2019
Lançamento da 2ª Nigth Run será amanhã na Unesp Franca; Ouça!