close

"Pipas Sem Mortes" leva dicas para alunos de quatro escolas

Redação Pop Mundi 15/08/2019 10:22

As ações da Campanha Pipas Sem Mortes desenvolvida pela Polícia Militar em conjunto com a Secretaria Municipal de Educação atenderam quatro escolas da rede municipal.

As palestras foram realizadas pelos próprios militares com orientações e demonstrações práticas dos riscos que as crianças e adolescentes correm ao utilizarem a linha com cerol e a linha chilena. Foram atendidas as escolas Caic, Cesar Augusto de Oliveira, Antônio Manoel de Paula e Paulo Freire. 

Todas as dicas foram transmitidas para os alunos de 4º e 5º ano do Ensino Fundamental. O cronograma de atividades segue com o trabalho até o dia 03 de setembro. A previsão é de atendimento de 5 mil estudantes de 28 escolas. 

O comandante do Pelotão de Trânsito de Franca, tenente Régis Mendes, explicou durante entrevista pela Rádio Imperador e portal Pop Mundi, que "percebemos que muitas crianças desconhecem o poder cortante dessas linhas, temos levado batatas e outros legumes e demonstrado como as linhas cortam e muitas crianças ficam impressionadas". 

Policiais Militares orientam e demonstram riscos do uso de linha com cerol / Foto: Divulgação 

Ele ainda acrescentou que "fica a mensagem para os pais e adultos, porque crianças e adolescentes muitas vezes não se interessam por programas de rádio, por leitura e jornais então os responsáveis têm que levar essa informação e explicar os riscos". 

Outra preocupação também está relacionada aos atropelamentos. A criança muitas vezes está desatenta e ao correr atrás de uma pipa não presta atenção no trânsito e o risco de acidentes é muito grande. 

Ouça a entrevista: 

 


Podcasts
11/09/2019
Defesa Civil emite alerta de onda de calor na região de Franca
11/09/2019
Comando da PM defende instalação da Atividade Delegada e Fundo de Segurança
11/09/2019
Troféu Solidariedade será entregue nesta sexta na Câmara Municipal
11/09/2019
Fatec Franca realiza nesta quarta-feira a Feira das Nações
10/09/2019
Curso de medicina do Uni-Facef é reconhecido pelo Conselho Estadual