close

Brasil perde para EUA e dá adeus ao Mundial da China

Redação Pop Mundi 09/09/2019 18:38

A participação da Seleção Brasileira na Copa do Mundo da China 2019 chegou ao fim. Na manhã desta terça-feira (9), o time brasileiro foi derrotado pelos Estados Unidos, por 89 a 73, e se despediu da competição mundial.

Com grande atuação do ala Vitor Benite, que anotou 21 pontos no jogo, o Brasil conseguiu fazer frente aos norte-americanos por três quartos. Mas na parcial final, a equipe comandada pelo treinador Gregg Popovich abriu uma boa vantagem e liderou até o fim da partida.

“O mais importante é que a gente lutou os 40 minutos, brigamos até o fim. Foi outro Brasil que a gente viu hoje na quadra, mas EUA é sempre EUA, um time muito difícil, muito atlético. Infelizmente perdemos, estamos fora e é triste. Não era assim que a gente queria sair desse torneio, principalmente depois de termos feito uma primeira fase tão boa”, avaliou o ala Leandrinho após a partida.

Foi no saldo

Depois de uma bela campanha na primeira fase, com três vitórias em três partidas disputadas, a Seleção Brasileira perdeu seus dois duelos na segunda fase e foi eliminado no critério saldo de cestas – devido ao tríplice empate com República Tcheca e Grécia.

Com todos os jogos do Grupo K encerrados, as duas seleções que avançaram para as quartas de final foram Estados Unidos (cinco vitórias) e República Tcheca (três vitórias e duas derrotas), que teve saldo +15 nos confrontos diretos com Grécia (+6) e Brasil (-21).

“Não podemos abaixar a cabeça, não. Conseguimos passar em primeiro no grupo, vencendo a Grécia, que ninguém acreditava. Depois tivemos um jogo muito ruim contra a República Tcheca, que nos custou caro. Fizemos um jogo duro contra os EUA, mas não foi suficiente. Não é fácil ganhar deles, eles não são o que são por acaso. Demos o máximo aqui (na China), não fizemos vergonha, batemos de frente com todo mundo”, avaliou o pivô Anderson Varejão.

Sonho olímpico segue vivo

A eliminação nessa etapa também tirou a chance de conquistar uma vaga direta para as Olimpíadas de Tóquio 2020 via Copa do Mundo. As duas vagas em disputa para os melhores das Américas ficaram com Argentina e Estados Unidos, os únicos representantes do continente nas quartas de final.

Mas o sonho da vaga olímpica ainda segue vivo. Em junho de 2020, 24 seleções disputarão os quatro Pré-Olímpicos Mundiais, que terão seis equipes em cada edição, com o campeão de cada uma se classificando para os jogos de Tóquio.

Com o resultado na Copa do Mundo, o Brasil se garantiu no torneio e terá mais uma chance de conquistar a tão sonhada vaga para os Jogos Olímpicos do ano que vem.

Informações da LNB


Podcasts
19/09/2019
Confira a Mensagem do Dia de hoje
18/09/2019
"Operação Tapa-Buracos está parada" denuncia funcionário da Emdef
18/09/2019
Francana busca classificação neste domingo diante do Tupã
18/09/2019
Refis deve gerar arrecadação de R$ 50 milhões para a Prefeitura
17/09/2019
Programa Zera Fila terá investimento de R$ 3,7 milhões em Franca