close

Caso Neymar: polícia de SP indicia Najila e ex-companheiro

Redação Pop Mundi 11/09/2019 07:19

A Polícia Civil de São Paulo concluiu, no fim de julho, inquérito que apurava acusações de estupro e agressão contra o jogador Neymar. O camisa 10 do Paris Saint-Germain e não foi indiciado pelos supostos crimes. E o Ministério Público também arquivou as denúncias, por falta de provas contra o atleta.

Nesta semana, porém, a polícia paulista decidiu indiciar a modelo Najila Trindade Mendes de Souza por extorsão, fraude processual e denúncia caluniosa. Em nota que comunica a decisão, a Secretaria de Segurança Pública informa que o ex-companheiro da modelo também foi indiciado por crime de fraude processual.

Segundo apurado nas investigações, Estivens Alves divulgou material com conteúdo erótico de Najila para um repórter, em troca de publicações suas na internet. Os inquéritos contra Najila e Estivens foram encaminhados ao Tribunal de Justiça para apreciação dos representantes do Ministério Público e do Poder Judiciário. Eles tramitam sob sigilo. 


Podcasts
19/09/2019
Confira a Mensagem do Dia de hoje
18/09/2019
"Operação Tapa-Buracos está parada" denuncia funcionário da Emdef
18/09/2019
Francana busca classificação neste domingo diante do Tupã
18/09/2019
Refis deve gerar arrecadação de R$ 50 milhões para a Prefeitura
17/09/2019
Programa Zera Fila terá investimento de R$ 3,7 milhões em Franca