close

Os desafios das mães de bebês e crianças pequenas em plena quarentena 

Redação Pop Mundi 25/04/2020 17:34

Dia 1 da quarentena: “Criamos um ambiente feliz e saudável para o bebê. Vamos tirar de letra”.

Dia 4 da quarentena: “Hoje o bebê chorou muito. Parece que está com cólicas”.

Dia 8 da quarentena: “Que horas eu o coloco para dormir? Como posso variar a papinha?”.

Dia 15 da quarentena: “Desisto! Cadê a minha mãe?”.

Ser mãe em tempos de quarentena tem revelado desafios nunca pensados. Afinal, nem sempre é possível contar com a ajuda de seus pais, irmãos, amigos, tios ou mesmo ir ao médico especialista. São descobertas diárias que, em alguns momentos, podem deixar as mamães aflitas.  E como, provavelmente, elas vão comemorar o Dia das Mães em casa, merecem umas dicas de presente:

Horário para os pais – Determinar uma rotina de horários é muito importante, estipulando, inclusive, regras para que os pais tenham momentos só para eles. As crianças precisam saber que, mesmo em quarentena, os horários devem ser cumpridos.

 

Esteja preparada para os acidentes – O dia a dia na quarentena pode resultar em tombos, batidas, queimaduras, diarreia, dor de ouvido, problemas digestivos e muito mais. O ideal é manter a calma e ter sempre uma caixa de primeiros socorros, além de remédios básicos para crianças. Consulte sempre o médico, mesmo que por telefone.

 

Crie atividades culinárias com as crianças – Mostre às crianças frutas e verduras. Incentive-as a cortar os ingredientes (cuidado com facas) e a misturá-los. Ensine as crianças a medir os ingredientes de uma receita e, ao final, mostre que elas ajudaram a preparar a refeição.

 

Faça massagens no bebê – Tocar e massagear os bebês ajuda a criar um vínculo afetivo ainda maior. Massagens leves ajudam até mesmo a aliviar sintomas de cólicas e gases.

 

Incentive as pequenas conquistas – As crianças buscam nos pais os primeiros “espelhos”. Assim, ficam felizes quando suas primeiras conquistas, como caminhar ou usar o vaso sanitário, são reconhecidas. Isso ajuda a fortalecer a autoestima da criança, que se tornará um adulto mais seguro.

 

Determine o horário de dormir – Com uma rotina diferente, as crianças podem sentir-se desobrigadas de dormir nos horários determinados. Então, todos devem seguir uma rotina para que, quando tudo voltar ao normal, acordar cedo não se torne um drama.

 

Planeje as férias – Todos estão convivendo “full-time”. No entanto, a paisagem não muda na quarentena. Então, por que não programar as próximas férias? Peça ajuda das crianças para escolher destinos e atividades. Ideias interessantes podem surgir.

 

Não está sendo fácil, mas pense no seguinte: a quarentena está proporcionando uma experiência incrível para ser mãe em tempo integral. E isso vai ficar gravado na memória dos seus filhos para sempre.


Podcasts
03/06/2020
Padre Marcelo: ouça o programa de hoje
02/06/2020
Padre Marcelo: ouça o programa de hoje
01/06/2020
Padre Marcelo: ouça o programa de hoje
30/05/2020
Padre Marcelo: ouça o programa de hoje
29/05/2020
Padre Marcelo: ouça o programa de hoje