close

Trio acusado de matar Núbia vai a júri popular em dezembro

Redação Pop Mundi 05/11/2020 20:19

Um dos crimes que mais chocou a região e causou grande repercussão em todo país. A morte de Núbia Ribeiro causou comoção, protestos e indignação pela população de Franca (SP). 

Os acusados pelo crime, o casal Lauany Viodres do Prado e Leonardo Gonçalves Cantieri, e o amigo do casal, Ítalo Vinícius Neves, estarão no banco dos réus para o júri popular previsto para 10 de dezembro no Fórum de Franca (SP). 

Os três respondem por homicídio  triplamente qualificado, por meio cruel, motivo fútil e sem chance de defesa à vítima, além de ocultação de cadáver.

Os envolvidos estão presos, apesar das tentativas os habeas corpus foram negados para Lauany, apontada com mentora do crime e ela continua presa em Mogi Guaçu. Leonardo e Ítalo aguardam julgamento e estão presos na Penitenciária de Franca. 

O crime 

Núbia foi assassinada com requintes de crueldade. Na noite de domingo, dia 24 de setembro, de 2017, Núbia, saiu de casa para passear com uma amiga em um barzinho na Avenida Ismael Alonso e Alonso, no caminho elas desistiram e a jovem levou a amiga embora. Antes de seguir para casa, Núbia passou em uma lanchonete e teria recebido uma ligação de Leonardo para um encontro.

Lauany, Leonardo e Ítalo durante audiência no Fórum de Franca / Foto: Arquivo Pop Mundi 

Depois disso a jovem desapareceu, o corpo foi encontrado na tarde de terça-feira, dia 26 de setembro  em uma área de uma usina próximo a Patrocínio Paulista. Núbia estava com corpo parcialmente queimado, mas os peritos confirmaram que a vítima apresentava um ferimento no rosto provocado por faca. Ciúmes teria motivo o crime. 

Luto 

Tânia Ribeiro, mãe de Núbia, sofre com a perda. Em suas redes sociais ontem (4) ela deixou uma mensagem pelo Facebook dizendo "Aos meus amigos(as) e seguidores, devido ao meu estado emocional muito abalado, não estou em condições de falar publicamente em relação ao júri popular que foi marcado". 

E acrescenta "Antecipo aqui meus agradecimentos à todos e peço orações para mim, pois não vai ser fácil encarar tudo novamente. E que a justiça seja feita, apesar de que nada vai trazer minha Nubia de volta e seja lá qual pena pegarem, vai ter prazo pra acabar, já a minha dor não. Essa vai me acompanhar enquanto eu respirar. Obrigada à todos''. 

Foto: Arquivo / Pop Mundi 


Podcasts
21/11/2020
Padre Marcelo: ouça o programa de hoje
20/11/2020
Padre Marcelo: ouça o programa de hoje
19/11/2020
Padre Marcelo: ouça o programa de hoje
18/11/2020
Padre Marcelo: ouça o programa de hoje
17/11/2020
Padre Marcelo: ouça o programa de hoje