close

Primeiro lote com 3,3 mil doses da Coronavac chegou em Franca

Redação Pop Mundi 20/01/2021 21:30

As primeiras doses da vacina CoronaVac chegaram na noite desta quarta-feira (20) em Franca (SP). O envio foi antecipado já que a previsão inicial era para sexta-feira (22). 

Sob escolta de equipes do Batalhão de Ações Especiais de Polícia (BAEP) o caminhão chegou na sede da Secretaria Municipal de Saúde transportando 3,3 mil doses. 

A previsão é de que a vacinação seja iniciada nesta quinta-feira (21) a partir das 7h no Pronto Socorro Municipal 'Álvaro Azzuz'. Na primeira fase serão atendidos os profissionais da chamada linha de frente, que são os que atuam diretamente no combate e prevenção a doença, na área da saúde. 

Esses profissionais atuam em prontos socorros, Unidades de Terapia Intensiva (UTI) e enfermarias. O governo do Estado informou à deputada Delegada Graciela (PL) que outras 21 cidades da região também serão contempladas com pelo menos mais duas mil doses da vacina.

Vacinas chegaram na noite de hoje (20) em Franca / Foto: Divulgação 

Distribuição 

O Governo do Estado de São Paulo entrega mais 125 mil vacinas do Butantan contra COVID-19 para outros 75 destinos. Os caminhões, escoltados pela Polícia Militar, estão saindo do Centro de Distribuição de Logística (CDL), na capital, para chegarem aos destinos até amanhã (21).

Os novos pontos incluem além de Franca, as cidades das regiões de Sorocaba, Vale do Ribeira, Araraquara, São José do Rio Preto, Barretos, Vale do Paraíba e Litoral Norte, Bauru, Ribeirão Preto. Ainda ontem (19), remessas foram enviadas também para a região de Marília. 

As remessas foram direcionadas diretamente a 64 Prefeituras de cidades com mais de 30 mil habitantes e a outros 11 Grupos de Vigilância Epidemiológica (GVE) regionais que farão a subdivisão para cidades menores em suas áreas de atuação.

No decorrer desta semana, as 645 cidades receberão seus quantitativos iniciais. Diariamente, a Secretaria está divulgando os destinos e quantitativos, dando transparência aos estoques previstos para cada local.

Neste primeiro momento, profissionais de saúde, idosos com mais de 60 anos e pessoas com deficiência com mais de 18 anos vivendo em instituições de longa permanência, indígenas aldeados e quilombolas receberão as doses, com o apoio de equipes da atenção primária do SUS, segundo as estratégias adequadas ao cenário local. A inclusão de novos grupos populacionais será norteada pelo PNI (Programa Nacional de Imunizações), do Ministério da Saúde.

A divisão das grades foi baseada no quantitativo proporcional de vacinas previsto para São Paulo conforme o PNI. O total de 1,5 milhão de doses é a referência para trabalhadores de saúde baseado na última campanha de vacinação contra a gripe. Esta mesma referência é utilizada para cálculo das grades regionais e para cada cidade.

A campanha de imunização contra a COVID-19 em São Paulo será desenvolvida segundo a disponibilidade das remessas do órgão federal. À medida que o Ministério da Saúde viabilizar mais doses, as novas etapas do cronograma e públicos-alvo da campanha de vacinação contra a COVID-19 serão divulgadas pelo Governo de São Paulo.

Fotos: Divulgação

 


Podcasts
25/02/2021
Padre Marcelo: ouça o programa de hoje
12/02/2021
Padre Marcelo: ouça o programa de hoje
11/02/2021
Padre Marcelo: ouça o programa de hoje
10/02/2021
Padre Marcelo: ouça o programa de hoje
09/02/2021
Padre Marcelo: ouça o programa de hoje